Cólicas do Lactente


P: O que é a cólica do lactente?
R: A cólica é um choro ou inquietação, paroxísticos, que duram algumas horas por dia, em lactente saudável. A sua causa é desconhecida, embora vários fatores já tenham sido levantados para tentar explicá-la: baixos níveis de progesterona, imaturidade fisiológica do trato intestinal, tensão dos pais, dieta materna quando está amamentando, etc. Ocorre mais freqüentemente ao final da tarde e início da noite. As cólicas geralmente passam após o 3O / 4O mês, por vezes se prolongando além disso.

P: Quais são os sintomas?
R: Nas primeiras semanas de vida um bebê com cólica chora alto, por longos períodos. Geralmente eles pioram no final da tarde, podendo ter crises por horas. Às vezes, os bebês levantam as pernas e a cabeça, ficando com as faces vermelhas e eliminam gases. O bebê quando aparenta estar com dores, pode recusar alimento ou pode começar a chorar após comer, por alguns minutos. Ás vezes parece quase impossível confortar um bebê que está com cólica.

P: A cólica é perigosa?
R: Os bebês que sofrem de cólicas crescem e ganham peso, apesar das crises de choro, mesmo aparentando não quererem se alimentar. Apesar das cólicas não prejudicarem o bebê, ela é muito estressante e frustrante para os pais. Os quais devem se esforçar para superar tal período.

P: Como a cólica é tratada?
R: É importante saber que não há cura definitiva para as cólicas, mas existem medidas que podem deixar o bebê mais confortável:
a) Caso as cólicas surjam com o uso das mamadeiras, é aconselhável conversar com o pediatra, para ver se a técnica ou o tipo de mamadeira é adequado para a criança.
b) Não alimentar o bebê cada vez que ele chorar (o estômago leva mais ou menos 2 horas para se esvaziar)
c) Se estiver amamentando não interrompa a amamentação (o leite materno mão é a causa da cólica), mas, poderá mudar sua dieta, ingerindo menos cafeína, chocolate, repolho e principalmente não fumar.
d) Poderá massagear suavemente o abdome do bebê (seu pediatra ensinará a técnica)
e) De acordo com seu pediatra, você poderá usar medicações para gases.
f) Se você está cansada e estressada e o bebê está com cólica, você pode precisar de ajuda de familiares, amigos ou profissionais para auxiliá-la e dar instruções.
g) É importante ficar um pouco afastada do bebê quando estiver muito cansada, evite a fadiga extrema, você pode passar ansiedade para o bebê.
h) Tente conseguir suporte para que possa manter uma relação de amor com o bebê.



Exemplo de massagem para cólica.


Colaboração: Paulo Fontella Filho – Pediatra
Email: fontellafilho@hotmail.com
Postar um comentário