Meu filho não come. O que eu faço?

P: Meu Filho tem um ano de idade e não come? O que eu faço?
R: Fique tranqüila, esse fenômeno é comum nesta idade. A partir de um ano a criança diminui seu ritmo de crescimento, diminuindo também aquele apetite voraz dos primeiros meses de vida. Por outro lado, a criança começa a se interessar pelo ambiente que a cerca, desviando a atenção da alimentação. Além do que, a forma como é introduzida a alimentação sólida também pode exercer influência importante.

P: Como evitar que esse problema ocorra?
R: Quando a criança estiver recebendo almoço, janta e lanches, é importante preservar um intervalo entre as refeições de no mínimo duas horas, isto é, se a criança for receber almoço as 11:00hs, a última ingestão de qualquer alimento, inclusive suquinhos, deveria ter sido as 09:00hs.
Caso a criança não coma o suficiente no almoço ou na janta, não substitua estas refeições por leites, iogurtes, purês ou vitaminas. Tente alimenta-la mais tarde com os alimentos rejeitados anteriormente. Não insista.

P: Quando vou saber se a falta de apetite não está prejudicando o crescimento do meu filho?
R: Esta pergunta somente será respondida pelo pediatra do seu filho, que fará uma avaliação clinica e laboratorial para ver se a falta de apetite não está prejudicando o peso ou crescimento da criança. Se a criança estiver bem, sem apatia, crescendo adequadamente, a causa é comportamental, isto é, a relação alimentação/criança/família precisa ser revista e modificada. È importante à família ouvir um profissional antes de iniciar chantagens do tipo: se não comer..., disfarçar alimentos para enganar a criança, oferecer a alimentação em locais alternativos com na frente da TV, entre outros. Essas atitudes só agravam o problema.

Colaboração: Dr. Paulo Fontella Filho - Pediatra
Email: fontellafilho@hotmail.com
Postar um comentário